POESIA DE ALEXANDRE FERREIRA

Aluguei esta casinha pequenina sem telhado e sem paredes... toda ela uma janela aberta ao mundo. Cada visitante que aqui vem, ao sair não se esqueça de levar o meu muito obigado, o meu abraço o meu beijo ......O meu C A R I N H O

quarta-feira, novembro 04, 2009

No meu poema onde moras




Hoje é dia de festa


Que pena não estares aqui


Sim tenho flores para dar


Um molho de amor para ti


Nos dentes seguro um beijo


Que em tua boca quero pôr






Para ti meu amor quero dar


Cada um diferente a valer


Começou por brincadeira


E no sem conta e medida


Cada um foi diferente


Mas sabe-nos pela vida






O amor sempre presente


Distância não esvaneceu


Com o oceano na frente


Sorrimos de felicidade


Sentimos até vaidade


De chamar ao outro de;


seu...

0 Comments:

Enviar um comentário

SE TE AGRADA ALGUM POEMA MEU, ENTÃO DEIXA UM COMENTARIO TEU...

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

CITADO POR ISABEL