POESIA DE ALEXANDRE FERREIRA

Aluguei esta casinha pequenina sem telhado e sem paredes... toda ela uma janela aberta ao mundo. Cada visitante que aqui vem, ao sair não se esqueça de levar o meu muito obigado, o meu abraço o meu beijo ......O meu C A R I N H O

quarta-feira, novembro 04, 2009








Não tenho de mudar o universo nem olhar só para meu peito
 Mas sim, quero mudar meus pensamentos,  poder ficar livre e aproveitar a beleza...
 Tento  fazer parte dos sseres que são amados e amam sem mas nem ses.
Ninguém sabe se estou certo que estou errado.
Que ninguém interfira no meu destino.
Porque ele esta a ser guiado por um ser supoerior.
Se esse ser tiver alguma supresa para mim!
-Eu sempre serei o primeiro a saber e a aceitar.
-Não escolhi nascer nesta pele nem vim para mandar no mundo.
Mas vim para fazer parte dele e partilhar toda a beleza como ser humano
Tive o privilegio de aprender com o pai do céu.
Que bom é ter o dicerimento e a capacidade de, mesmo sem tocar as estrelas!
 Fazer delas um poema capaz de iluminar o coração mais triste que possa existir ao cimo da terra.
Somente espero, sei;
- Que todos que amo e me amam tambem fazem parte desses seres com luz interior.
-Minha carteira não e cheia de dinheiro, mas meu coração esta cheio de amor,
O bem maior que eu posso ter neste mundo selvagem!
É mesmo minha vontade imensa de amar e ser amado.


1 Comments:

Blogger ternurinha said...

Quando leio suas sabias palavras
sinto-me privilegiada e orgulhosa
de ter esta pessoa amiga em minha vida.
Que Deus ilumine sempre suas palavras.

domingo nov 08, 11:32:00 da tarde WET  

Enviar um comentário

SE TE AGRADA ALGUM POEMA MEU, ENTÃO DEIXA UM COMENTARIO TEU...

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

CITADO POR ISABEL