POESIA DE ALEXANDRE FERREIRA

Aluguei esta casinha pequenina sem telhado e sem paredes... toda ela uma janela aberta ao mundo. Cada visitante que aqui vem, ao sair não se esqueça de levar o meu muito obigado, o meu abraço o meu beijo ......O meu C A R I N H O

sábado, março 03, 2012

Hiato de Alexandre Ferreira


Ele tinha tantos amigos. 
Morreu e partiu sozinho.
Os quatro que suportavam seu caixão,
Foram pagos previamente.
Partiu na esperança de que
Anjos o viessem esperar e receber. 

Nada aconteceu...
Um escuro, um silêncio e muito frio.
Mas tudo lhe passou ao lado. 
Foi sempre assim,
Também foi essa a razão 

De sua partida antecipada.
A morte é a ultima lição que desejamos. 
Lembrem-se, não é a vida que nos ensina!
Somos nós que a pensamos 
Um segundo antes de cada passo que damos...

  A.F.

0 Comments:

Enviar um comentário

SE TE AGRADA ALGUM POEMA MEU, ENTÃO DEIXA UM COMENTARIO TEU...

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

CITADO POR ISABEL