POESIA DE ALEXANDRE FERREIRA

Aluguei esta casinha pequenina sem telhado e sem paredes... toda ela uma janela aberta ao mundo. Cada visitante que aqui vem, ao sair não se esqueça de levar o meu muito obigado, o meu abraço o meu beijo ......O meu C A R I N H O

sábado, julho 24, 2010

A paz voltou ao meu ninho

A paz voltou ao meu ninho
As tormentas já vão longe
Longe está o pensamento
A brisa afaga-me o rosto
Enqunto lá fora secam
As toalhas perfumadas
Que outrora secaram
As lágrimas de solidão.
que me lavaram a cara
A.F.

0 Comments:

Enviar um comentário

SE TE AGRADA ALGUM POEMA MEU, ENTÃO DEIXA UM COMENTARIO TEU...

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

CITADO POR ISABEL